Contos de Natal

Coletânea. Contos. E-galáxia. 2014.

Conto O Grito.

A penetração — dele nela — surge como um compasso do qual precisa voltar a fazer parte. Como era aguardar a hora certa para ressoar a nota certa do xilofone, quando na banda. O arranhar — dela nele — acontece como resposta a uma hesitação que ele não deveria estar tendo. Mas é o tilintar de seu cinto balançando que o desconcentra novamente.

Alessandro Garcia © 2019. Todos os direitos reservados.