Alessandro Garcia © 2019. Todos os direitos reservados.

Por que ler os contemporâneos

Guia. Dublinense, 2014. Perfil de Jonathan Franzen

Não faltam guias para conhecer os clássicos, mas quem tem coragem de mapear a literatura que está sendo feita hoje? Aqui, temos a reunião de 101 escritores de notável relevância no panorama mundial, aqueles que estão sendo premiados, discutidos e, principalmente, lidos. 


Junto a nomes como Richard Powers, Dave Eggers, Nicole Krauss, Jonathan Safran Foer, David Foster Wallace, Franzen faz parte do que se convencionou chamar pós-pós-modernistas.  É uma geração de autores que surgiu disposta a se livrar da ironia, da auto-consciência e metalinguagem que marcaram seus antecessores (autores como Don DeLillo, William Gaddis, John Barth e Thomas Pynchon), valorizando o realismo, o enredo e resgatando a importância de personagens capazes de reter a atenção dos leitores.